O Que É Cisão de Empresas e Como Pode Afetar Seu Negócio

o-que-e-cisao-de-empresas

O que é Cisão de Empresas 

A cisão de empresas é uma operação corporativa que ocorre quando uma empresa decide dividir seu patrimônio em duas ou mais partes.

Essas partes se tornam empresas independentes, cada uma com seu próprio CNPJ. 

A empresa original deixa de existir e as novas empresas criadas assumem os ativos e passivos correspondentes a cada uma.

Alguns clientes que atendo em minha consultoria em valuation, me perguntam: o que é cisão de empresas? Você já ouviu falar em cisão de empresas? 

Esse é um termo que pode ser desconhecido para muitas pessoas, mas que é muito importante para quem tem uma empresa ou está pensando em abrir uma. 

M&A, ou fusões e aquisições, é uma estratégia comum entre empresas que desejam expandir seus negócios, aumentar sua participação no mercado ou diversificar sua carteira de produtos. 

Uma das formas de realizar M&A é por meio da cisão de empresas, que ocorre quando uma empresa é dividida em duas ou mais entidades independentes. 

Essa divisão pode ser feita por diferentes motivos, como a necessidade de focar em áreas específicas de negócios, separar unidades com resultados financeiros distintos ou reduzir a complexidade operacional.

Assim, respondendo a dúvida o que é cisão de empresas, é uma estratégia complexa e que envolve diversos aspectos legais e financeiros. 

Antes de decidir realizar uma cisão, é importante avaliar cuidadosamente os benefícios e riscos envolvidos, considerando aspectos como os impactos na estrutura organizacional, nos fluxos de caixa e nos processos de governança corporativa. 

Além disso, é essencial considerar o papel do valuation na tomada de decisão, avaliando o valor de mercado das empresas envolvidas na cisão e o potencial retorno financeiro esperado.

No contexto do M&A, a cisão de empresas pode ser uma estratégia eficiente para as empresas alcançarem seus objetivos de negócios. 

É importante lembrar, no entanto, que a decisão de realizar uma cisão deve ser bem fundamentada e considerar os diversos fatores envolvidos. 

Além disso, é fundamental contar com o apoio de profissionais especializados em M&A e em direito empresarial para garantir que o processo seja realizado de forma adequada e segura.

A cisão é uma operação corporativa que pode ter um grande impacto no negócio, por isso é importante entendê-la melhor. 

Neste artigo, além de explicar o que é cisão de empresas, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre a cisão de empresas.

 

 

o-que-e-cisao-de-empresas-1

Motivos para fazer uma cisão de empresas 

Existem diversos motivos para fazer uma cisão de empresas. 

Um deles é a necessidade de separar atividades diferentes em empresas distintas, para melhorar a gestão e aumentar a eficiência. 

Outro motivo pode ser a venda de uma parte da empresa, mantendo a outra em funcionamento.

Aliás, a cisão pode ser uma forma de facilitar a entrada de investidores ou sócios em uma parte específica do negócio.

 

Tipos de cisão de empresas

Existem diferentes tipos de cisão de empresas, que variam de acordo com a finalidade da operação. 

A cisão total é quando a empresa é dividida em duas ou mais partes independentes. 

Já a cisão parcial ocorre quando a empresa transfere apenas parte de seus ativos e passivos para outra empresa. 

Há ainda a cisão em espécie, que acontece quando a empresa transfere bens intangíveis ou tangíveis ou direitos para outra empresa em vez de dinheiro.

 

 

como-fazer-cisao-de-empresas

Como fazer uma cisão entre empresas

Para fazer uma cisão de empresas, é necessário seguir um processo específico, que envolve a elaboração de um plano de cisão e a realização de assembleias de acionistas. 

É importante contar com o auxílio de profissionais especializados em direito societário para garantir que todas as etapas sejam cumpridas corretamente.

Não permita que pessoas que não sabem o que é cisão de empresas se envolvam no processo, elas irão só atrapalhar o andamento dos negócios.

 

Efeitos da cisão

A cisão de empresas pode ter diversos efeitos, tanto positivos quanto negativos. 

Entre os positivos, podemos citar a melhoria na gestão das atividades, a entrada de novos sócios ou investidores e a possibilidade de venda de uma parte da empresa. 

Já entre os negativos, estão a diluição do valor das ações, o aumento do endividamento e a possibilidade de prejuízos fiscais.

 

Cisão de Empresas no Brasil

No Brasil, a cisão de empresas é regulamentada pela Lei das Sociedades Anônimas e pelo Código Civil e deve seguir uma série de requisitos legais, tais como a elaboração de um laudo de avaliação e a aprovação pelos órgãos de governança da empresa. 

Essa regulamentação visa garantir a segurança jurídica do processo, protegendo os acionistas e os investidores envolvidos. 

Além disso, a realização da cisão pode trazer benefícios significativos para as empresas, tais como a simplificação da gestão e a redução de custos operacionais. 

Assim, é importante contar com profissionais especializados em M&A, para orientar e acompanhar todo o processo, garantindo que a cisão seja realizada de forma segura e eficiente. 

Dessa forma, o Portal do Valuation se torna uma parceira importante na jornada de transformação das empresas, proporcionando segurança e confiança para os seus clientes.

 

 

como-a-cisao-afeta-acionistas

Como a cisão afeta os acionistas

A cisão de empresas pode afetar diretamente os acionistas, uma vez que a divisão da empresa pode resultar em mudanças no valor das ações e na estrutura de propriedade da empresa. 

Dependendo do tipo de cisão e da forma como é realizada, os acionistas podem ter seus investimentos valorizados ou desvalorizados, além de perderem o poder de decisão na empresa. 

Por isso, é importante que os acionistas estejam atentos aos planos de cisão da empresa e busquem orientação profissional para avaliar os possíveis impactos em seus investimentos.

A cisão de empresas pode ser feita com o objetivo de simplificar a gestão das empresas. Quando uma empresa se torna grande demais, pode se tornar difícil gerenciar todas as áreas de negócio de maneira eficiente. 

Nesses casos, a cisão pode ser uma boa opção para dividir a empresa em segmentos menores e mais gerenciáveis.

 

 

vantagens-da-cisao-de-empresas

Vantagens da cisão de empresas

Além de responder o que é cisão de empresas, é importante dizer que a cisão de empresas pode trazer diversas vantagens para as organizações, como a possibilidade de aumentar a eficiência operacional, a redução de custos, a melhora da gestão de negócios e a otimização de processos.

Ao dividir uma empresa em partes menores, cada uma dessas partes pode se concentrar em um conjunto específico de atividades, o que aumenta a eficiência operacional e a produtividade. 

A redução de custos também pode ser alcançada por meio da cisão, já que cada parte da empresa pode gerenciar melhor seus recursos e investimentos.

Além disso, a cisão pode ser uma forma de melhorar a gestão de negócios, pois permite que cada segmento da empresa seja gerenciado de forma independente e com maior atenção aos detalhes. 

Isso pode levar a uma melhora nos processos de tomada de decisão e na capacidade de adaptação às mudanças do mercado.

 

 

desvantagens-cisao-de-empresas

Desvantagens da cisão de empresas

Apesar de trazer diversas vantagens, a cisão de empresas também pode apresentar algumas desvantagens. 

Uma das principais desvantagens é o alto custo envolvido no processo de cisão, que pode incluir taxas legais, impostos e outros custos associados à reestruturação da empresa.

Além disso, a cisão pode levar a uma perda de sinergia entre as partes da empresa. 

Por exemplo, se uma empresa que possui várias áreas de negócio diferentes decide dividir-se em segmentos menores, pode ser mais difícil coordenar as atividades entre esses segmentos e manter a colaboração entre as equipes.

Vamos falar de processos agora, e espero que as dúvidas quanto a o que é cisão de empresas, estejam sendo respondidas.

 

 

como-funciona-processo-cisao-de-empresas

Como funciona o processo de cisão de empresas

O processo de cisão de empresas pode ser complexo e envolve diversas etapas, desde a avaliação das atividades e ativos da empresa até a negociação de acordos com os acionistas e credores.

Em geral, o processo de cisão começa com uma análise detalhada das atividades e ativos da empresa, com o objetivo de identificar as áreas que serão divididas em segmentos menores. 

Em seguida, é preciso criar um plano de cisão, que descreve os termos e condições da separação.

O próximo passo é a realização de assembleias de acionistas, nas quais são apresentados os planos de cisão e os acionistas são convidados a votar a favor ou contra a separação. Se a maioria dos acionistas votar a favor da cisão, o processo pode seguir em frente.

Após a aprovação dos acionistas, é preciso registrar a cisão junto aos órgãos competentes, como a Receita Federal e a Junta Comercial. Esse registro formaliza a separação da empresa em segmentos menores e permite que cada parte da empresa opere de forma independente.

 

 

como-escolher-momento-certo-para-cisao-de-empresas

Como escolher o momento certo para fazer uma cisão de empresas

Se você está pensando em realizar uma cisão de empresas, e não sabe o que é cisão de empresas, é importante escolher o momento certo para fazer isso. 

A decisão de separar uma empresa em duas ou mais partes pode ser um processo complexo e pode ter implicações significativas no sucesso futuro das empresas resultantes.

Mas como escolher o momento certo para fazer uma cisão? Aqui estão algumas coisas que você deve considerar:

Avalie o desempenho financeiro da empresa

Antes de considerar uma cisão, você deve avaliar o desempenho financeiro da empresa.

Isso inclui analisar as receitas, despesas, fluxo de caixa e lucros. Se a empresa estiver indo bem financeiramente, esse pode ser um bom momento para fazer uma cisão.

Considere as condições do mercado

As condições do mercado também são importantes ao decidir se é o momento certo para fazer uma cisão.

Se o mercado estiver forte e houver muitas oportunidades de negócios, pode ser uma boa ideia considerar uma cisão. Por outro lado, se o mercado estiver fraco, pode ser melhor esperar.

Analise as tendências do setor

Analisar as tendências do setor pode ajudá-lo a decidir se é o momento certo para fazer uma cisão. Se o setor estiver crescendo e houver muita demanda, pode ser uma boa ideia considerar uma cisão.

Se o setor estiver em declínio, pode ser melhor esperar.

Avalie a estrutura organizacional

A estrutura organizacional também é importante ao decidir se é o momento certo para fazer uma cisão. Se a empresa for grande e complexa, pode ser difícil de gerenciar.

Nesse caso, uma cisão pode ser uma boa ideia. Por outro lado, se a empresa for pequena e simples, uma cisão pode não ser necessária.

Considere o potencial de crescimento

Ao decidir se é o momento certo para fazer uma cisão, você também deve considerar o potencial de crescimento da empresa.

Se houver muitas oportunidades de crescimento, pode ser uma boa ideia considerar uma cisão. Se o potencial de crescimento for limitado, pode ser melhor esperar.

Avalie a concorrência

A concorrência também é importante ao decidir se é o momento certo para fazer uma cisão. Se a concorrência estiver aumentando e a empresa estiver lutando para se manter competitiva, uma cisão pode ser uma boa ideia.

Se a concorrência estiver fraca, pode ser melhor esperar.

Em resumo, escolher o momento certo para fazer uma cisão de empresas pode ser um processo complexo.

É importante avaliar o desempenho financeiro da empresa, as condições do mercado, as tendências do setor, a estrutura organizacional, o potencial de crescimento e a concorrência antes de tomar uma decisão.

Com a abordagem correta, uma cisão pode ser uma estratégia eficaz para alcançar o sucesso empresarial.

 

 

cisao-de-empresas-total-ou-parcial

Cisão de Empresas Total ou Parcial

A cisão pode ser total ou parcial. Vamos explicar suas características.

Cisão Total

A cisão total é um tipo de operação em que a empresa é dividida em duas ou mais partes, e todas elas são transferidas para novas empresas. Nessa operação, a empresa original é extinta, e seus acionistas passam a deter participações nas novas empresas criadas. 

É importante ressaltar que a cisão total é uma operação que envolve a transferência de todos os ativos e passivos da empresa original, e não apenas de parte deles, como ocorre na cisão parcial. 

Dessa forma, a cisão total pode ser uma alternativa interessante para empresas que desejam mudar completamente o seu modelo de negócio ou dividir a sua operação em várias empresas independentes. 

No entanto, é importante que a operação seja realizada com cautela e seguindo todas as normas e regulamentações aplicáveis, para garantir a segurança jurídica e financeira da empresa e dos seus acionistas.

 

Cisão Parcial

A cisão parcial é uma operação em que parte da empresa é destacada e transferida para outra empresa, mantendo a existência da empresa original. 

Essa operação é comum em situações em que há diferentes linhas de negócios ou divisões dentro de uma empresa que poderiam se beneficiar de uma gestão mais focada e independente.

Na cisão parcial, a empresa que recebe a nova unidade de negócios pode ser uma nova empresa criada especificamente para essa finalidade ou pode ser uma empresa já existente. 

Essa operação requer a elaboração de um plano detalhado que define o escopo da transferência e os ativos, passivos e funcionários envolvidos.

Uma das vantagens da cisão parcial é a possibilidade de melhorar a gestão e os resultados das unidades de negócios envolvidas. Além disso, a operação pode ajudar a atrair investidores ou parceiros estratégicos para a nova empresa criada. 

No entanto, assim como na cisão total, é importante realizar um planejamento cuidadoso e seguir as normas legais e contábeis aplicáveis para garantir que a operação seja segura e bem-sucedida.

 

 

motivacoes-para-cisao-de-empresas

Motivações para Cisão

Aqui está a resposta direta sobre o que é cisão de empresas e para que serve.

A cisão de empresas pode ocorrer por diversas motivações, dentre elas a busca por maior eficiência operacional, a concentração de atividades em negócios core, a busca por foco em determinado segmento, a redução de custos e a busca por maior rentabilidade. 

A cisão também pode ser motivada por questões estratégicas, como a necessidade de ajustar o tamanho do negócio a um mercado em mudança ou a entrada em novos mercados. 

Outra motivação comum é a busca por aumento do valor da empresa, seja pela simplificação da estrutura societária, pela separação de ativos ou pela busca por investimentos específicos em cada negócio. 

Independentemente da motivação, a cisão deve ser planejada e executada com cuidado, a fim de garantir que os objetivos pretendidos sejam alcançados e que os riscos sejam gerenciados de forma adequada.

 

Aspectos Legais da Cisão

A cisão de empresas é um processo que envolve muitos aspectos legais, como a elaboração de um plano de cisão, a realização de assembleias de acionistas, a obtenção de autorizações regulatórias, entre outros. 

É fundamental contar com o suporte de advogados e especialistas em contabilidade e finanças para garantir que tudo seja feito de forma correta.

 

 

papel-do-valuation-cisao-de-empresas

O papel do Valuation na tomada de decisão sobre cisão de empresas

O valuation é uma das ferramentas mais importantes para a tomada de decisão sobre a cisão de empresas. Ele é responsável por avaliar o valor da empresa e seus ativos, com base em diversas informações financeiras e econômicas. 

Com isso, é possível determinar o preço justo das ações e garantir que os acionistas sejam compensados adequadamente.

O valuation também ajuda a avaliar os potenciais benefícios e riscos da cisão, permitindo que os gestores tomem decisões corretas e estratégicas. 

Uma análise financeira criteriosa do valuation pode indicar se a cisão resultará em uma maior eficiência, redução de custos ou aumento da rentabilidade. 

Por outro lado, também pode mostrar se a cisão pode causar problemas como a perda de sinergias, aumento da dívida ou a perda de competitividade.

Por fim, é importante lembrar que o valuation deve ser conduzido com a ajuda de profissionais qualificados, como consultores em valuation, para garantir sua precisão e confiabilidade. 

Eles devem levar em conta diversos fatores como o desempenho passado da empresa, suas perspectivas futuras, a concorrência do mercado, entre outros. 

Somente com uma avaliação completa e precisa é possível tomar a melhor decisão sobre a cisão de empresas e garantir o sucesso do processo.

 

 

estudo-de-caso-de-cisao

Estudo de casos de cisão de empresas bem-sucedidas no Brasil

A cisão de empresas bem-sucedidas é uma estratégia adotada por muitas empresas brasileiras nos últimos anos. 

Um exemplo é a separação da Fibria Celulose e da Suzano Papel e Celulose em 2018, criando duas das maiores empresas de celulose do mundo. 

Outro caso é a cisão da Oi em 2019, que permitiu que a companhia se reorganizasse e reduzisse sua dívida significativamente.

Além desses exemplos, há muitos outros casos de cisões bem-sucedidas no Brasil que ilustram como essa estratégia pode trazer benefícios para as empresas. 

Uma das principais vantagens é a possibilidade de separar as atividades de uma empresa em unidades menores e mais gerenciáveis, o que pode melhorar a eficiência e a rentabilidade do negócio. 

A cisão também pode ajudar a eliminar atividades menos lucrativas ou que não fazem parte do core business da empresa.

Outra vantagem da cisão é que ela pode permitir que a empresa foque em suas atividades principais e se torne mais competitiva no mercado. 

Ao se concentrar em áreas de maior potencial de crescimento e rentabilidade, a empresa pode aumentar sua participação de mercado e melhorar sua posição financeira.

Em resumo, a cisão de empresas pode trazer diversos benefícios para as empresas brasileiras, como melhoria na eficiência, aumento da rentabilidade e melhoria da posição competitiva no mercado. 

Esses benefícios podem ser observados em diversos casos de sucesso no país, mostrando que a estratégia pode ser uma ótima opção para empresas que desejam se reorganizar e crescer.

 

 

legislacao-brasileira-regula-cisao-de-empresas

Como a legislação brasileira regula a cisão de empresas

A legislação brasileira regulamenta a cisão de empresas através da Lei das Sociedades Anônimas (Lei nº 6.404/76) e do Código Civil Brasileiro (Lei nº 10.406/2002). 

A cisão é considerada uma reorganização societária e, portanto, deve seguir procedimentos específicos. 

É necessário, por exemplo, elaborar um projeto de cisão, que deve ser aprovado pelos acionistas e registrado na Junta Comercial. 

Além disso, é preciso fazer uma avaliação dos bens e direitos das empresas envolvidas na cisão, com base em critérios técnicos definidos pela legislação, para garantir a equidade na distribuição do patrimônio.

Outro ponto importante é a necessidade de garantir a proteção dos direitos dos credores, que devem ser informados sobre a cisão e ter seus créditos garantidos. 

O processo de cisão também deve ser comunicado aos órgãos reguladores, como a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), quando envolver empresas de capital aberto.

Além disso, a legislação estabelece limites para a cisão, de forma a evitar que ela seja usada para prejudicar credores, sócios ou trabalhadores. 

Por exemplo, a cisão não pode ser realizada com o objetivo de prejudicar ou fraudar credores ou sócios, nem pode resultar em prejuízo aos trabalhadores. 

A legislação também define que a cisão não pode ser realizada quando a empresa estiver em estado de insolvência ou falência.

Por isso, é importante que as empresas que desejam realizar uma cisão estejam atentas às normas e procedimentos definidos pela legislação brasileira, garantindo que o processo seja feito de forma correta e segura para todos os envolvidos.

Até aqui, espero que você tenha entendido que não é tão simples responder o que é cisão de empresas, pois são muitos os detalhes.

 

 

futuro-cisao-de-empresas-transformacao-digital

O futuro da cisão de empresas no contexto da transformação digital

A transformação digital tem impactado diversas áreas do mundo corporativo, incluindo a cisão de empresas. 

Com a crescente necessidade de adaptação às mudanças tecnológicas e de mercado, as empresas têm buscado se dividir em unidades menores e mais especializadas para garantir maior eficiência e agilidade.

Nesse contexto, a cisão de empresas tem sido uma alternativa cada vez mais utilizada para criar novos negócios e alavancar o crescimento das empresas. 

A tecnologia tem sido um fator chave nesse processo, pois tem permitido a criação de novos modelos de negócios e a otimização dos processos.

Além disso, a transformação digital tem possibilitado a realização de cisões mais precisas e estratégicas, graças ao uso de ferramentas de análise de dados e avaliação de desempenho. 

Com isso, é possível avaliar com maior precisão o potencial de cada unidade de negócios e decidir quais delas devem ser mantidas ou vendidas.

Por outro lado, a transformação digital também traz desafios para a cisão de empresas, especialmente em relação à segurança dos dados e à proteção da propriedade intelectual. 

Nesse sentido, é fundamental que as empresas estejam atentas às normas e regulamentações aplicáveis, buscando sempre garantir a conformidade legal e ética em todos os aspectos da cisão.

Sendo assim, a transformação digital tem aberto novas possibilidades e desafios para a cisão de empresas, tornando esse processo ainda mais estratégico e relevante para o sucesso dos negócios. 

Com a adoção de tecnologias avançadas e o cumprimento das regulamentações, é possível garantir uma cisão bem-sucedida e preparar a empresa para um futuro cada vez mais digital.

 

 

cisao-de-empresas-conclusao

O Que É Cisão de Empresas – Conclusão

A cisão de empresas é um processo complexo, que envolve muitos aspectos legais e financeiros. 

No entanto, quando bem executado, pode trazer diversos benefícios para as empresas envolvidas, como a criação de novas oportunidades de negócios, a redução de custos e riscos, e a melhoria da eficiência operacional. 

Realizar a cisão de empresas é uma decisão importante e que deve ser feita com cuidado. 

Nesse processo, contar com uma empresa confiável e com profissionais capacitados pode fazer toda a diferença. 

O Portal do Valuation é uma empresa que tem se destacado no mercado de M&A, oferecendo serviços de qualidade e soluções personalizadas para seus clientes. 

Com uma equipe experiente e um amplo networking de investidores e empresas, a consultoria financeira do Portal do Valuation pode ajudar a acelerar a sua empresa e tornar a cisão um processo mais eficiente e seguro. 

Temos um compromisso com a transparência e ética em todas as etapas do processo, oferecendo um serviço de alta qualidade e confiança para nossos clientes.

Por isso, escolher a nossa consultoria como parceira na cisão de empresas pode ser a escolha certa para alcançar seus objetivos empresariais.

Esperamos ter esclarecido suas dúvidas sobre o que é cisão de empresas e como ela funciona.

 

portal-valuation-contato

Laércio Pacanari

Laércio Pacanari

Administrador de Empresas, atua como especialista de Valuation para empresas de médio porte desde 2008. Realizou avaliação de empresas dos mais diversos setores como: Transporte e Logística, Energia, Tecnologia, Saúde, Seguros, Indústrias de transformação, entre outros.  Experiência em Avaliação de Mercados e Empresas para  Investimentos em Venture Capital e Private Equity. Escritor do livro digital: Valuation – Guia Completo para Cálculo.

Compartilhar:

Facebook
LinkedIn
Twitter
Pinterest

Baixe seu Ebook Gratuito

Valuation – Guia Completo para Cálculo

ebook-portal-valuation
× Como posso te ajudar?