Cálculo Para Desfazer Sociedade. Como Dividir Os Ativos De Uma Empresa De Forma Justa

calculo-para-desfazer-sociedade

Antes de falarmos sobre o cálculo para desfazer sociedade, precisamos entender alguns motivos dessa separação.

Neste artigo, falaremos sobre um assunto crucial para empresários e investidores: a Dissolução de Sociedade de empresas no Brasil.

Se você é proprietário de uma pequena ou média empresa, é importante que você conheça as possibilidades e implicações da dissoluções de sociedade para o seu negócio.

 

O que são Dissoluções de Sociedade?

Em termos simples, dissoluções de sociedade são processos pelos quais empresas são encerradas, seja por decisão dos sócios, por força da lei ou por outras circunstâncias.

A dissolução de sociedade pode ocorrer de diversas formas, como por exemplo, por mútuo acordo dos sócios, por morte ou incapacidade de um dos sócios, por falência da empresa, entre outros.

É importante ressaltar que a dissolução de sociedade não é o mesmo que falência.

A falência ocorre quando a empresa não consegue mais cumprir com suas obrigações financeiras e é declarada judicialmente.

Já a dissolução pode ocorrer por diversos motivos e não necessariamente envolve problemas financeiros.

Em resumo, a Dissoluções de Sociedade é um processo que envolve encerrar as atividades de uma empresa e distribuir seus ativos e passivos entre os sócios.

É um momento delicado que exige planejamento e cuidado para minimizar os impactos para todos os envolvidos. 

A separação de uma sociedade é muito comum nos negócios, mas nessas operações sempre ocorrem muitas dúvidas sobre como fazer o cálculo  para desfazer sociedade

Esse momento pode gerar conflito entre os parceiros envolvidos.

No início de uma sociedade, todos os envolvidos investem tempo, dinheiro e suor no negócio. 

Cada um coloca um tijolo na construção da empresa. 

Não é justo que ao desfazer a sociedade, uma das partes não receba exatamente o que lhe é devido.

Todos querem ter direito aos ativos da empresa, mas essa divisão não pode acontecer conforme a visão de cada sócio. 

E por esse motivo é necessário se chegar corretamente ao cálculo para desfazer sociedade.

Vou procurar explicar o que ocorre com os ativos de uma empresa na extinção da sociedade.

 

O que acontece com os ativos de uma empresa quando ela é dissolvida?

Antes de responder essa pergunta, falarei com você sobre as diferentes causas que levam à dissolução de sociedade.

Ninguém quer que uma empresa se dissolva, afinal são anos de sonhos e dinheiro investido. 

Mas infelizmente isso acontece com mais frequência do que gostaríamos.

 

Quero vender minha parte na sociedade como calcular?

Se você é um empresário e está considerando vender sua participação em uma sociedade, provavelmente está se perguntando como calcular o valor dessa participação.

A boa notícia é que existem diversas metodologias que podem ser utilizadas para realizar essa avaliação.

A primeira coisa a ser feita é analisar o contrato de sociedade.

Muitos contratos possuem cláusulas que definem como será realizada a avaliação em caso de venda de participação.

Essas cláusulas geralmente estabelecem uma metodologia específica para a avaliação e devem ser seguidas.

Caso o contrato de sociedade não preveja uma metodologia de avaliação, é possível utilizar as metodologias de avaliação de empresas, como o Fluxo de Caixa Descontado (FCD), o Múltiplo de Mercado e o Valor Patrimonial.

Cada uma dessas metodologias possui suas particularidades e aplicações específicas, e a escolha dependerá das características da empresa e do setor em que ela atua.

Além disso, é importante levar em consideração o momento econômico e financeiro da empresa antes de pensar em quero vender minha parte na sociedade como calcular.

Se a empresa estiver passando por um momento de crescimento acelerado, por exemplo, é possível que o valor de sua participação seja maior do que se estivesse em uma fase de estagnação.

Outro fator que deve ser levado em consideração é a liquidez da participação.

Se a participação for em uma empresa de capital fechado, por exemplo, pode ser mais difícil encontrar compradores interessados, o que pode afetar o valor da participação.

É importante destacar que a avaliação de participação em sociedades é uma atividade complexa e que exige conhecimentos específicos em finanças e contabilidade.

Por isso, é recomendado buscar a ajuda de especialistas em valuation para realizar esse tipo de análise e garantir que o valor da participação seja justo e adequado às condições de mercado.

 

porque-empresas-se-dissolvem

Porque as empresas se dissolvem?

As sociedades podem ser dissolvidas por muitos motivos, em alguns casos a separação se faz necessária, em outros casos, um dos sócios pode decidir “antecipadamente”, por desistir do negócio, ou ainda ser excluído da sociedade pelos demais sócios.

Alguns dos motivos são:

  • A empresa tem vários sócios que não chegaram a um acordo para operar de forma produtiva.
  • A empresa está negativa. Não tem um fluxo de caixa  para pagar as despesas fixas e as obrigações. 
  • As vendas não atingem o ponto de equilíbrio. Todos os esforços necessários foram feitos e os clientes não chegam.
  • As empresas vendem muito, as vendas estão crescendo, mas os produtos não parecem estar dando lucro suficiente. As despesas fixas são muito altas, as dívidas as afogam.
  • O negócio deu certo, mas veio a concorrência ou novas tecnologias que levaram os clientes.
  • O negócio nunca decolou, começou sem recursos suficientes, não havia processos para concluir, nem chegou ao primeiro ano e os sócios já consideram que não podem continuar financiando a operação.
  • Um dos sócios morre.
  • Um ou mais sócios podem ser excluídos por descumprimento de obrigações na sociedade.

Essas são apenas algumas das causas que levam empreendedores ou empresários a terminar uma sociedade.

Mas o motivo da separação não é o grande problema das dissoluções de sociedade. 

O grande motivo de conflito normalmente são os ativos, e caso o cálculo para desfazer sociedade não esteja correto, prepare-se.

Todos querem saber…

 

quem-tem-direito-ativos-empresa-separacao

Quem tem direito aos ativos de uma empresa em separação?

Alguns sócios pensam que  podem  pegar os ativos da empresa e levar para casa quando acaba uma sociedade, mas não é bem assim que acontece.

Nunca procedam dessa forma, a chance de se criar um problema é imenso.

Procure fazer de forma inteligente, contrate alguém para fazer o cálculo para desfazer sociedade.

Os bens intangíveis ou tangíveis não pertencem diretamente aos sócios. Os sócios possuem as ações da empresa, não os ativos da empresa.

O patrimônio líquido é a diferença resultante da subtração de dívidas com terceiros do valor de todos os ativos.

Ou seja, após o pagamento de todas as dívidas, o que sobrar pertence aos sócios.

Existem duas situações que podem ocorrer no momento  de dissolver uma sociedade:

  1. Os sócios decidem encerrar as atividades e fechar definitivamente a empresa;
  2. Um ou mais sócios saem da sociedade, mas a empresa continua funcionando.

Um detalhe importante que você deve saber é, uma empresa é mais valiosa quando está funcionando do que após  o seu fechamento.

Então, é sempre mais interessante vender uma empresa em pleno funcionamento, comprando, vendendo e oferecendo serviços, do que após sua dissolução.

Independente do motivo da dissolução  uma empresa em outras mãos pode se tornar um tremendo sucesso.

Por isso, avalie antes de pensar em quero vender minha parte na sociedade como calcular, para não haver precipitação.

Mas no caso de os sócios decidirem encerrar as atividades da empresa, algumas obrigações devem ser pagas antes de dividir os ativos.

Por isso da importância de primeiro realizar o cálculo para desfazer sociedade.

 

Leia o artigo sobre: Motivos Para Fusões E Aquisições

 

 

quais-obrigacoes-sao-pagas-primeiro

Quais Obrigações São Pagas Primeiro? 

Na maioria dos lugares, os primeiros a serem protegidos na dissolução de uma empresa são os trabalhadores.

No Brasil, a lei protege os trabalhadores, e independente do motivo da dissolução a empresa deve pagar os direitos trabalhistas:

  • Salário proporcional e algum benefício faltante;
  • Aviso prévio;
  • multa de 40% referente ao saldo depositado pela empresa na conta do FGTS;
  • Férias vencidas e proporcionais, com acréscimo de 1/3;
  • FGTS;
  • 13.º salário.

Em seguida deve-se pagar os fornecedores, prestadores de serviço e fisco.

Os fornecedores, é claro, esperam o pagamento integral de suas faturas. 

Em um mundo perfeito, os estoques e as contas a receber devem ser suficientes para pagar os fornecedores.

O governo também pedirá que todos os impostos sejam pagos e garantirá que as últimas declarações sejam entregues no prazo e pagas.

Os sócios são os últimos da lista, o que sobrar, após todos os compromissos acima serem pagos, são reembolsados aos sócios ​​na mesma proporção em que cada um tem a sua participação.

Os parceiros vão descobrir que tipo de ativos são dados a cada um através do cálculo para desfazer sociedade.

Caso não haja acordo entre os sócios, é possível que os bens remanescentes sejam enviados a leilão para pagamento à vista do percentual que corresponde aos sócios.

Para não haver conflitos nesse processo, é importante que todos os sócios tenham clareza sobre o cálculo para desfazer sociedade e principalmente do valor da empresa.

Todos tem que estar de comum acordo com o cálculo para desfazer sociedade.

E a melhor forma de ter esse entendimento é fazendo uma avaliação do negócio. 

Se os sócios forem fechar a empresa, esses cálculos podem ser realizados pelo contador da empresa, considerando que é um cálculo simples:

O cálculo de uma empresa que será fechada,  basta calcular, os ativos, menos os passivos e o que sobrar pertencem aos sócios em cotas condizentes com o investimento de cada um.

Nesse  caso, não são considerados ativos intangíveis, como know-how, valor da marca, patentes, softwares, etc.

Por outro lado, quando a empresa for continuar suas operações, o processo de valoração é bem mais complexo. 

Nesse caso é importante contratar um consultor de valuation para definir exatamente quanto vale a sua empresa, considerando todos os ativos, sejam eles tangíveis ou intangíveis.

Contratando um consultor valuation você saberá exatamente qual o melhor cálculo para desfazer sociedade.

 

valuation-empresa-socio-for-comprador

Como fazer o Valuation de uma empresa com a separação de sócios se um deles for comprador?

Como falamos acima, os casos mais complexos de avaliação ocorrem quando a empresa vai continuar funcionando. 

Nesses casos, em grande maioria das vezes, o sócio que vai continuar cuidando do negócio deseja comprar a parte dos sócios nos negócios que estão saindo.

A grande dúvida é, quanto realmente vale as ações do sócio que está se retirando?

Os sócios não podem simplesmente fazer o cálculo para desfazer a sociedade como cada uma acha que lhe é devido.

Estabelecer um valor para um negócio é uma ciência inexata. 

Você pode avaliar o negócio considerando:

  • O valor de seus ativos;
  • Considerando o que custaria substituir tudo o que a sociedade possui;
  • Considerar a quantidade de dinheiro que a empresa traz e projetar essa quantia no futuro para estabelecer valor;
  • Observar o preço de venda de negócios comparáveis ​​vendidos na mesma área geográfica recentemente;
  • Usar um ou mais  combinações desses métodos, ou criar seu próprio preço de compra com base em outros critérios.

Para determinar o melhor cálculo para desfazer sociedade da sua empresa, leia o tópico abaixo.

 

modelo-calculo-desfazer-sociedade

Descubra os modelos de cálculo para desfazer sociedade de uma empresa através do Valuation.

O cálculo para desfazer sociedade quando a empresa ainda vai continuar funcionando e epenas um ou mais sócios vão se retirar da sociedade devem seguir alguns princípios básicos.

  1. Devem levar em interesse os ativos tangíveis da empresa
  2. Devem levar em atenção os ativos intangíveis da empresa.

Os ativos tangíveis são mais simples de serem avaliados, já que eles são compostos por todos os bens materiais concretos  que podem ser  tocados e comercializados, como:

  • Dinheiro em caixa;
  • Móveis;
  • Imóveis;
  • Produtos;
  • Maquinário.

Já os ativos intangíveis, são bastante complexos de serem avaliados sem a ajuda de uma consultoria de valuation

Pois, estes ativos não são “ coisas materiais” com um valor fácil de se comercializar, deixando o cálculo para desfazer sociedade mais complexo.

Por ativos intangíveis entenda:

  • Marcas;
  • Patentes;
  • Recursos humanos;
  • Software;
  • Atividades de pesquisa e treinamento.

O cálculo para desfazer sociedade no valuation, deve considerar sobretudo os ativos intangíveis da empresa, e não só isso, mas a capacidade que esses ativos têm de gerar riqueza.

Diante disso existem 4 modelos que são comumente usados na separação ou saída de um sócio da empresa.

 

Leia o artigo sobre: Descubra Como Calcular o Valuation Da Sua Empresa? Check List com 5 métodos de Valuation

 

 

1. Fluxo de Caixa Histórico

O processo de fluxo de caixa histórico (que também pode ser chamado, método de capitalização de lucros passados) investiga o lucro anterior da empresa. 

Esse método ameniza  qualquer  receita ou despesa diferente. 

O valor do negócio é calculado crescendo os fluxos de caixa normais pela taxa de retorno aguardada.

 

metodo-lucro-futuro-descontado

2. Método de Lucro Futuro Descontado

Ganhos futuros descontados é o método que usa o cálculo do valor de um negócio observando o valor dos lucros futuros esperados no presente.

A receita provável da empresa é estimada com base no volume de vendas atual, custos de vendas e preços.

Os avaliadores trabalham com a previsão de que os ganhos totais aumentem para seu valor futuro, para chegar a isso o avaliador determina uma taxa de desconto no valor presente.

O montante do negócio é analisado multiplicando os lucros futuros pela taxa de desconto do valor presente.

 

3. Avaliação de Mercado

A Avaliação de mercado considera a análise de como sua empresa se compara a empresas semelhantes no mesmo setor. 

Para chegar a uma comparação segura, se analisa negócios próximos em tamanho, métodos operacionais, mercado e base de clientes.

Na avaliação final do negócio , a empresa deve estar no mesmo nível que as empresas comparadas. 

Uma dificuldade que o avaliador pode ter nesse método é obter informações atuais sobre empresas privadas com as características ideais para a comparação. 

 

4. Avaliação Baseada em Ativos

O método de  avaliação de ativos se  baseia em  determinar o valor justo conforme os ativos tangíveis e intangíveis da empresa.

É um método ideal para pequenas empresas. 

Para encontrar o valor justo de mercado do seu negócio, subtraia seus passivos de seus ativos. 

 

Leia o artigo sobre: Valuation para pequenas empresas

 

 

calculo-para-desfazer-sociedade-conclusao

Cálculo Para Desfazer SociedadeConclusão

Se um dos sócios decidir deixar o negócio, os outros parceiros precisam cumprir  o dever legal de garantir que o negócio seja avaliado de forma justa.

É muito importante ter um avaliador profissional, se houver algum conflito entre os parceiros, no momento da dissolução da empresa. 

Essa é a melhor forma de você conseguir dormir a noite.

Isso garantirá que sua empresa seja avaliada corretamente, e que o cálculo para desfazer sociedade esteja imparcial.

Para obter os melhores resultados, encontre um avaliador que tenha experiência em avaliar seu tipo específico de negócio.

Nós do Portal do Valuation, temos o expertise que a sua empresa precisa para realizar esse trabalho.

Entre em contato hoje mesmo, através do botão abaixo.

Nossos consultores entrarão em contato o mais breve possível.

Quer uma consultoria gratuita para avaliar a dissolução da sua empresa?

Clique aqui e marque uma consulta online de graça

portal-valuation-contato

Picture of Laércio Pacanari

Laércio Pacanari

Administrador de Empresas, atua como especialista de Valuation para empresas de pequeno e  médio porte desde 2008. Realizou avaliação de empresas dos mais diversos setores como: Transporte e Logística, Energia, Tecnologia, Saúde, Seguros, Indústrias de transformação, entre outros.  Experiência em Avaliação de Mercados e Empresas para  Investimentos em Venture Capital e Private Equity. Escritor do livro digital: Valuation – Guia Completo para Cálculo.

Compartilhar:

Facebook
LinkedIn
Twitter
Pinterest

Baixe seu Ebook Gratuito

Valuation – Guia Completo para Cálculo

ebook-portal-valuation
× Como posso te ajudar?