Quero Vender Minha Empresa O Que Fazer?

quero-vender-minha-empresa-o-que-fazer-dicas

Faz mais de quinze anos que trabalho com empresários em busca de investidores ou sócios para suas empresas. Tempo passa rápido demais…

O artigo de hoje: “quero vender minha empresa o que fazer?” – sempre aparece de forma inquietante entre meus clientes de consultoria de valuation.

Sempre procuro me colocar na posição do empresário, para entender seus objetivos quando existe a intenção de venda da empresa ou atração de um investidor.

Dentre as várias reuniões que participo, sempre durante um café, uma conversa descontraída sobre outros assuntos, observo uma certa insegurança do empresário, quando precisamos ir direto ao assunto.

Ao que tudo indica, nessa reflexão, é que a maturação da ideia de fazer algo pela empresa ou para a sua vida, esta se formando.

E a simples ideia de quero vender minha empresa o que fazer, vai de encontro com outras necessidades ainda não reveladas.

 

Decidindo vender a empresa?

A decisão de venda de empresa ou um negócio depende de vários fatores.

O empresário, por exemplo, pode vender sua empresa devido a dificuldades financeiras.

Pode também fazê-lo para empregar o dinheiro em um novo modelo de negócio ou por estar com problemas com o sócio.

Ou ainda esta em dúvida entre empreender ou investir em outro negócio.

Enfim, diversos são os motivos que pode levar o empresário a tomar essa decisão.

É preciso, de fato, ter conhecimentos prévios para vender empresa que levou anos para se consolidar.

Apenas a decisão de: quero vender a minha empresa o que fazer não é suficiente para muitos donos de empresa.

Caso contrário, o empreendedor pode estar entrando num processo difícil, que tomará muito do seu tempo e correr riscos que ele desconhece.

Sem falar do desgaste que pode ocorrer, devido à falta de experiência com o assunto e a possibilidade de “se queimar” literalmente no mercado que atua, se vazar a informação.

São preocupações pertinentes, que devem ser respeitadas e cuidadas quando tratadas com esses guerreiros, que com muita dificuldade trouxe a empresa até esse momento.

Nossa consultoria valuation tem essa percepção.

Para simplificar o assunto, vou explicar detalhadamente o processo de fusões e aquisições, e como ele pode te ajudar a vender a sua empresa, caso esse seja o seu objetivo.

Minha intenção é informar sobre os processos, para que você, empresário ou profissional liberal, comece a ter tranquilidade ao pensar sobre esse assunto.

Além disso, a necessidade de ter um bom corretor de negócios ao seu lado, durante todo o tempo de decisão é fundamental.

Vamos descobrir agora algumas dicas especiais que separei para você.

 

                                                                             

fusoes-aquisicoes

Fusão e Aquisição

Quando falamos sobre quero vender minha empresa o que fazer?

Não tem como não falar sobre fusões e aquisições.

Embora usados como sinônimos, os termos fusão e aquisição são completamente distintos e ainda possuem resultados diferentes.

Fusões e aquisições podem ser amigáveis ou hostis, mas de qualquer forma, elas resultam em uma empresa possuindo toda ou parte de outra empresa.

Existem várias razões pelas quais as empresas decidem fundir ou adquirir outras empresas.

Um dos motivos é ganhar participação de mercado.

Se a Empresa A adquirir a Empresa B, a Empresa A controlará uma parcela maior do mercado do que antes. Isso pode ser útil se a Empresa A estiver lutando para competir com outras empresas em seu setor.

Outra razão para fusões e aquisições é melhorar a eficiência e cortar custos.

Se duas empresas se fundirem, elas poderão eliminar cargos ou departamentos duplicados, o que pode economizar muito dinheiro.

Vamos falar da Fusão, da Aquisição e vou deixar a Cisão para outro artigo, a fim de explicar melhor sobre ele.

 

  • Fusão

Ocorre quando duas empresas com a mesma atuação, por exemplo, realizam uma permuta de ações se combinando e dessa forma, normalmente se transformam em uma nova incorporação.

Assim, as participantes da fusão deixam de existir para que então possa ser criada uma nova empresa resultante do processo.

Uma fusão é a fusão de duas empresas em uma.

Isso pode acontecer por vários motivos, como aumentar a participação de mercado, eliminar a concorrência ou expandir para novos mercados.

Uma fusão bem-sucedida requer planejamento e execução cuidadosos para criar valor para acionistas e clientes.

Existem vários tipos de combinações de negócios, incluindo fusões de conglomerados, fusões horizontais e fusões verticais.

Em uma fusão de conglomerados, duas empresas de diferentes setores se juntam.

As fusões horizontais ocorrem quando duas empresas do mesmo setor se fundem para aumentar a participação de mercado ou eliminar a concorrência.

As fusões verticais acontecem quando empresas em diferentes níveis da cadeia de suprimentos se fundem, como quando um fabricante adquire um distribuidor.

Sendo assim, quando pensar em quero vender a minha empresa o que fazer?

Pense que as fusões podem ser difíceis de alcançar devido às diferenças culturais entre as organizações e aos desafios de integrar dois negócios.

                                                                            

  • Aquisição

Uma empresa adquire a outra (que não é necessariamente do mesmo ramo) com a compra de suas ações.

Isso ocorre até mesmo na parte das ações da empresa adquirente como forma de pagamento.

Após isso, a adquirida passa a ser incorporada às operações da adquirente.

Em meio a esse processo, a que foi comprada corre o risco de deixar de existir – pois passou a integrar a empresa que a adquiriu.

Uma aquisição é a compra de uma empresa por outra. Em uma fusão, duas empresas se combinam para formar uma nova empresa.

As aquisições geralmente são feitas por vários motivos, como adquirir novas tecnologias, expandir para novos mercados ou obter acesso a novos canais de distribuição.

Às vezes, uma empresa também adquire outra empresa para se desfazer de um ativo ou unidade de negócios inadimplentes.

As aquisições hostis ocorrem quando a empresa-alvo não quer ser adquirida, mas a empresa adquirente está disposta a tomar medidas agressivas para concluir a transação.

Essas medidas podem incluir a realização de uma oferta pública direta aos acionistas da empresa-alvo.

Ou o lançamento de uma disputa por procuração na tentativa de substituir o conselho de administração da empresa-alvo por seus próprios indicados.

Vou listar abaixo alguns itens que devem ser analisados antes mesmo de voce pensar em quero vender a minha empresa o que fazer, e encontrar alguém interessado pelo seu negócio.

Para você que me fez essa pergunta: quero vender minha empresa o que fazer? Observe e absorva!

 

Leia o artigo sobre: NDA -Termo de Confidencialidade: O que é e como pode proteger sua empresa?

 

 

quero-vender-minha-empresa-o-que-fazer

Quero vender minha empresa o que fazer – Dicas

  • Razão e emoção

Por mais que você tenha se empenhando muito para construir sua empresa, investido tempo e dinheiro, você não pode deixar a emoção sobrepor à razão, no momento de decisão.

Na negociação, é preciso sempre usar a razão.

E você sabe disso, pois já teve que atuar por várias vezes durante a gestão da sua empresa.

Isso é regra!

Não se esqueça…

É muito normal em reuniões com empresários que procuram por um consultor valuation, sentir que existe um sentimento de apego forte com a empresa.

Desde o início da empresa houve: dedicação, empenho, dificuldades, tempo com a família comprometido, entre outros…

E tudo vem à tona na hora de tratar do assunto.

É difícil para alguns empresários dizer: quero vender minha empresa o que preciso fazer?

 

Houve um caso bem típico que desejo relatar para você, afim de elucidar o que estou dizendo.

Trabalhei no processo de uma empresa em que o empresário, literalmente era o “professor pardal” – desculpe o trocadilho carinhoso.

Sua empresa era a sua vida. Fazia de tudo!

Desde a criação dos produtos, criação das artes para divulgação, atendia fornecedores, cuidava dos vendedores, criava campanhas à serem usadas nas mídias sociais, ou seja… fazia praticamente tudo!

Ele nos procurou dizendo exatamente o título desse artigo: quero vender minha empresa o que fazer?

Realizei o trabalho de Consultoria em Valuation para essa empresa, com um resultado bem positivo, e iniciamos a busca pelo comprador.

Resumidamente, encontramos três compradores com perfil adequado para a empresa.

Nos preparamos para a primeira reunião.

Conversamos muito com o nosso cliente, para que a condução e pauta da reunião fosse cumprida com rigor.

E sabendo nós, da paixão dele pela empresa, o alertamos sobre esse sentimento, para que não aflorasse durante a conversa.

Pois tratamos com compradores profissionais, pessoas capazes, inteligentes, treinados e extremamente atentos a tudo.

Contudo, não foi suficiente…

Nosso empresário tão dedicado e apaixonado por sua empresa, se deixou levar pela emoção e quase colocou a reunião em risco, quando o comprador falou:

Gostei muito da empresa e do seu potencial, mas me parece que se o Sr. não estiver na empresa, nada irá funcionar direito, é isso mesmo?” 

Procuramos contornar aquele momento, e por fim, houve a necessidade de trabalhar mais até que conseguíssemos o nosso objetivo. 

Quis apenas ilustrar com essa história, com um pouco do que pode acontecer naturalmente.

 

                                                 

                 confidencialidade-fusões-aquisições

  • Sigilo é fundamental

Não comente com ninguém que está decidindo vender a empresa, ou está prestes a fazer negócio, principalmente para os funcionários da empresa.

Isso poderá assustá-los e causar tumulto, pânico e fofocas desnecessárias.

Sem falar que comercialmente é ruim seus clientes e fornecedores saberem da sua intenção de vender a empresa.

Pode prejudicar substancialmente suas ações enquanto aguarda o processo de fusão e aquisição amadurecer.

Deve-se tomar muito cuidado em manter o sigilo.

O melhor a fazer é contratar um escritório de fusão e aquisição e deixar por conta dos consultores fazerem o trabalho.

Elegendo uma pessoa na empresa para que possa fornecer as informações ou indicando o contador da empresa.

As reuniões devem ser realizadas sempre no escritório da consultoria em fusões e aquisições ou online. num horário que você possa estar sozinho e despreocupado. 

Assim pode-se falar abertamente sobre: quero vender minha empresa o que fazer?

Sem correr riscos, ou inibir qualquer ação.

E lembre-se de preparar o termo de confidencialidade quando for apresentar a sua empresa para os investidores.

 

quero-vender-minha-empresa-finanças

  • Tratando as Finanças

Assim como em qualquer outro negócio, o empreendedor não deve fazer promessas que não pode cumprir.

É importante avaliar a capacidade financeira do comprador, não se esquecendo de solicitar referências e, com isso, perceber se ele terá condições de adquirir o seu negócio.

Normalmente o escritório de fusões e aquisições faz esse trabalho.

Levanta as informações do comprador, buscando tranquilizar o empresário que está vendendo a sua empresa.

Pois deve-se ter todos os cuidados na apresentação para que não atraia um curioso que somente irá tomar o tempo de todos envolvidos.

E mesmo quando o próprio empresário já tem o comprador, o ideal é ter o envolvimento da consultoria em fusões e aquisições.

Certa vez, quando estava com um cliente da consultoria em valuation, o empresário informou que seu amigo estava querendo comprar a sua empresa, mas ele gostaria de tratar os assuntos de negócios a parte da sua amizade.

Seu receio é que trouxesse alguma interferência em sua relação de amizade.

Decisão acertada e madura por parte do Empresário.

Quando nos apresentamos o “amigo” estranhou!

E disse: “porque ele não me falou sobre isso diretamente?”

Procurei explicar seus motivos, respeitando a forma de condução que meu cliente queria, e o trabalho foi um sucesso.

Depois de entender a iniciativa do Empresário, acabou por concordar e as negociações foram tratadas de forma profissional e sem vínculo da amizade.

Simplesmente sensacional!

 

 

antes-vender-empresa

  • Preço

Jamais determine um valor da empresa antecipadamente, ou ainda, ache que o valor de mercado sugere com confiança algo.

Recomendamos fortemente que se faça primeiro o Valuation.

Jamais o empresário deve chegar numa mesa de negociação “achando” que sua empresa vale x ou y.

O empresário deve ter certeza de quanto vale a sua empresa.

Sabemos que no Brasil, o empresário de forma geral ainda não tem em sua cultura empresarial fazer o Valuation.

Mas sua importância é fundamental para se chegar no valor de marca e no valor correto e justo da empresa.

Como exemplo, sabemos que muitas intituições bancárias estão pedindo o business valuation para concessão de crédito para empresas.

Um exemplo fácil sobre essa importância é o caso das empresas Startups.

Procuro sempre, através de publicações de artigos, abordar sobre o valuation, para que os empresários possam ter essa cultura.

Infelizmente, em alguns casos, os empresários entendem o Valuation como despesa e não como investimento.

 

Leia no artigo sobre:  o que é Valuation 

 

Antes mesmo de negociar, é preciso que se tenha todos os dados essenciais da sua empresa para apresentar para o comprador.

E dependendo do resultado do Valuation, talvez o momento da venda tenha que ser adiado.

Pois pode ocorrer, ter que se acertar algumas informações financeiras junto ao Contador, para que o DRE possa demonstrar o resultado correto da empresa.

É extremamente importante ser transparente nesse momento!

Avançando as negociações haverá a necessidade de se fazer a Due Diligence.

O próprio termo diz, é uma Diligência Prévia para avaliar os riscos da transação, analisando todos os informes administrativos e financeiros da empresa.

Esse assunto é bem complexo, pois envolve várias etapas.

Vou estar abordando em outro artigo para deixar bem claro como é feito o trabalho de Due Diligence.

 

 

 

qureo-vender-minha-empresa-por-onde-começo

Por isso que a decisão de: quero vender minha empresa o que fazer?

Deve-se ater a muitos outros fatores que não são simples.

Não se trata de vender um imóvel ou um outro bem em que a negociação e fechamento são mais simples.

Deve-se seguir todos os passos que envolve o processo de fusão e aquisição.

 

Leia nosso artigo sobre:  Vantagens de Fusões e Aquisições!

 

 

Como eu começo o processo de vender minha empresa?

O processo mais natural é tomar a decisão de quando vender uma empresa.

Além dessas dicas, é válido lembrar de conversar com alguém de confiança para que possa te ajudar a negociar.

Você precisa saber como preparar uma empresa para venda, ter um checklist de tudo que irá precisar.

Pense durante um tempo, amadureça a ideia com algum escritório de fusão e aquisição, não faça nada de modo precipitado.

Aqui no Portal do Valuation estamos dispostos a ouvi-lo e principalmente ajuda-lo a amadurecer a ideia de vender a sua empresa.

Somos especialistas na elaboração do Valuation e na definição do Preço justo da Empresa. Utilizamos uma metodologia própria, mas seguimos os padrões como no cálculo do WACC.

 

Você pode estar se perguntando: “Por que eu preciso dizer SIM para esse serviço?

Costumo dizer que:

Se você for sincero consigo mesmo, vai admitir que a urgência para amadurecer essa ideia, é a mesma que você tem de ganhar dinheiro e aumentar seus lucros.

 

quero-vender-minha-empresa

Quero vender minha empresa o que fazer – Conclusão

Se você sente que ainda não é a hora, que sua empresa está num momento bom, com resultados comerciais e financeiros positivos, e ainda assim achar que esse momento não é para você, deixe essa decisão para os seus concorrentes.

Saiba que esse é o melhor cenário.

Feche a página e volte a fazer o que estava fazendo.

Se mesmo lendo tudo o que escrevi, você ainda não se convenceu de que precisa de um consultor em valuation e fusões e aquisições, continuarei meu trabalho sem nenhum problema.

Estou tratando de um assunto sério que envolve a venda de empresas ou atração de um investidor, e que com certeza impactará na vida da sua família. 

Caso se interesse, estamos prontos para lhe atender, apenas clique no botão abaixo com a frase: “Sim, eu quero adotar esse método na minha empresa!”

Iremos agendar uma reunião online de 30min para conhecermos a sua empresa e analisarmos a possibilidade de desenvolvermos o Valuation do seu negócio.

 

Você gostou do artigo: Quero vender minha empresa o que fazer?

Compartilhe com seus amigos empresários, associações de empresas, pois acreditamos que como um trabalho de “formiguinha”, continuaremos a informar os empresários sobre o nosso segmento de atuação.

Curta nossa postagem e não deixe de compartilhar nas suas redes sociais.

Assim, você ajuda mais pessoas que querem vender a empresa e não sabem o que fazer.

METODO NA EMPRESA - VALUATION

 

Laércio Pacanari

Laércio Pacanari

Administrador de Empresas, atua como especialista de Valuation para empresas de médio porte desde 2008. Realizou avaliação de empresas dos mais diversos setores como: Transporte e Logística, Energia, Tecnologia, Saúde, Seguros, Indústrias de transformação, entre outros.  Experiência em Avaliação de Mercados e Empresas para  Investimentos em Venture Capital e Private Equity. Escritor do livro digital: Valuation – Guia Completo para Cálculo.

Compartilhar:

Facebook
LinkedIn
Twitter
Pinterest

Baixe seu Ebook Gratuito

Valuation – Guia Completo para Cálculo

ebook-portal-valuation
× Como posso te ajudar?